Gastronomia Copa do Mundo: receitas típicas do Brasil

Faltam apenas 7 dias para a Copa do Mundo e sabemos que teremos visitas de vários países.

Cada região do Brasil tem sua peculiaridade devido às diferenças de clima, relevo, tipo de solo, vegetação e povos habitando uma mesma região. Então sabemos que opção não faltará para escolher um cardápio bem gostoso para sua família se deliciar nos dias de jogos.

Aromas, Cores e Sabores do Brasil

Conheça os pratos mais famosos das cidades sediadas na Copa do Mundo no Brasil.

Manaus e a “Caldeirada de Peixe”

shutterstock_156766958

Ingredientes

1 xícara (chá) de óleo

5 cebolas grandes em rodelas

7 tomates sem pele e sem sementes picados

Salsa picada, sal e pimenta do reino à gosto

2kg de peixes variados (filé de badejo, linguado, pescada e merluza)

200g de lula

200g de camarão fresco limpo

200g de marisco limpo

200g de vôngole limpo

10 batatas grandes picadas

Modo de preparo

Aqueça o óleo em fogo baixo, junte a cebola, o tomate, salsa, sal e pimenta.

Refogue por 20 minutos e reserve.

Em outra panela, coloque os peixes, os frutos de mar e a batata alternadamente para que fiquem misturados.

Despeje o molho reservado e cozinhe até os frutos do mar ficarem macios.

 Encontre aqui a panela ideal para fazer essa receita!

 

Fortaleza e a “Tapioca”

shutterstock_147554234

Ingredientes

1 kg de polvilho doce

Água

1 pitada de sal

 

Modo de Preparo

Umedeça 1 kg de polvilho e deixe na geladeira por 12 horas

Passe na peneira, e misture uma pitada de sal

Está pronta

É só aquecer uma frigideira e colocar uma pequena quantidade, deixar a farinha ficar úmida e vire com uma espátula

Agora é só colocar o recheio do seu gosto!

Tapioca boa é aquela feita em uma frigideira especial, encontre a sua aqui!

 

Natal e o “Feijão Verde ou de Corda”

shutterstock_130268465

Ingredientes

1/2 kg de feijão verde ou de corda

1 colher (sopa) de manteiga

1 cebola média

Cheiro verde (coentro ou salsinha) picado a gosto

Sal a gosto.

Modo de preparo

Selecione e lave o feijão. Frite a cebola na manteiga até dourar e acrescente os demais temperos e o feijão.

Cozinhe até ficar no ponto

Cozinhe seu feijão em uma panela de pressão adequada, o Bololô tem a ideal para você!

 

Recife e o “Bolo de Rolo”

shutterstock_195598271

1/2 xícara de margarina em temperatura ambiente

4 ovos em temperatura ambiente

1 xícara de açúcar

1 xícara de farinha de trigo

1 colher de sobremesa de fermento

1 pitada de sal

600g de goiabada

1 xícara de água

Açúcar para polvilhar

Modo de fazer

Numa tigela bata a margarina com o açúcar até formar um creme fofo e claro. Vá acrescentando os ovos, um a um e continue batendo. Peneire juntos a farinha, o fermento e o sal e misture-os delicadamente ao creme, com uma colher de pau.

Divida a massa em duas assadeiras de 30 x 40 cm bem untada e enfarinhada (se necessário distribua a massa uniformemente com uma colher). Leve para assar em forno quente preaquecido por 10 minutos ou até que esteja assado, mas com a massa ainda branca. Polvilhe açúcar sobre dois panos de prato e solte cuidadosamente os bolos ainda quentes sobre os panos. Enrole   pelo lado mais estreito junto com os panos e espere esfriar.

Para o recheio, corte a goiabada em pedacinhos e leve ao fogo com a água até derreter e formar uma pasta homogênea. Deixe esfriar. Desenrole os bolos, espalhe uniformemente o recheio e vá enrolando o primeiro bolo firmemente. Continue enrolando o segundo bolo, unindo-o às bordas do primeiro, formando um único rocambole. Corte as bordas, polvilhe bem com açúcar e embrulhe em papel impermeável por algumas horas para dar forma. Na hora de servir, desembrulhe e corte em fatias finas.

Quer um bolo perfeito? Encontre aqui sua assadeira!

 

Salvador e o “Carurú”

shutterstock_191029313

Ingredientes

100 quiabos

1 xícara de castanha de caju

100 g de amendoim torrado e moído sem casca

2 xícaras de camarões defumados, descascados e moídos

2 cebolas grandes

2 xícaras de azeite de dendê

3 limões

2 colheres de sopa de sal

4 xícaras de água quente

Pimenta

Gengibre

Alho

Modo de Preparo

Lava-se os quiabos, enxugando bem para não formar baba quando picado.

Coloque os camarões secos e moídos a cebola ralada, alho, sal, castanha e amendoim para refogar no azeite de dendê. Ponha os quiabos picados, a água e as colheres de sopa de limão para cortar a baba.

Adicione ainda alguns camarões secos, inteiros e grandes. Cozinhe tudo até ficar pastoso.

Quando os caroços dos quiabos estiverem bem rosados, retire do fogo.

Para servir essa receita você precisa de uma travessa linda, encontre a sua aqui!

 

Cuiabá e “Maria Izabel”

shutterstock_136436867

Ingredientes

1kg de arroz escolhido e lavado

½ kg de carne seca em cubinhos e dessalgada

4 dentes de alho

1 cebola média picadinha

Óleo e água o suficiente

Salsa e cebolinha picada

Preparo

Em uma panela de ferro, frite a cebola no óleo até dourar. Junte o alho e a carne e deixe fritar. Em seguida, coloque o arroz e refogue por 10 minutos mexendo sempre. Coloque a água fervente até cobrir o arroz. Se precisar coloque sal. Deixe cozinhar até o arroz ficar “al dente”. Salpique salsa e cebolinha. Sirva com farofa de banana.

Essa receita pede um Bowl especial para você servir, escolha já o seu!

 

Brasília e a “Farofa de ovos Dom Francisco”

shutterstock_136469981

Diferente das outras cidades, o Distrito Federal não possui um prato típico, uma receita que você diz imediatamente: isso é prato de Brasília. Entretanto, é possível descrever um cardápio típico somando iguarias vindas de outras paragens brasileiras.

Ingredientes

75 ml de óleo de girassol

75 g de manteiga

40 g de cebola bem picada (1 cebola pequena)

30 g de cebolinha picada (1/2 xícara)

4 ovos batidos

Sal a gosto

1 xícara de farinha de mandioca da melhor ou artesanal

Modo de preparo

Ponha o óleo para aquecer bem, de preferência em panela de ferro, acrescente a cebola e a cebolinha. Mexa até murcharem, acrescente a manteiga, os ovos batidos já salgados, mexa até ficar bem passado, mas sem ressecarem, inclua a farinha e acerte o sal.

Use uma colher especial para fazer sua farofa, o Bololô te indica!

 

Belo Horizonte e o “Frango com Quiabo”

shutterstock_34306870

Ingrediente

1 kg de frango, limpo e cortado a passarinho

2 colheres sopa de óleo

1 cebola ralada

2 dentes de alho amassado

Pimenta do reino, cheiro verde picadinho a gosto

400g de quiabo picado

Sal a gosto

Modo de preparo

Em uma panela coloque óleo e vá fritando o frango aos poucos, depois reserve.

Na mesma panela que fritou o frango coloque alho, cebola, pimenta, sal e refogue o quiabo, deixe dourar mexendo de vez em quando.

Depois que o quiabo estiver dourado junte o frango e deixe cozinhar com a panela tampada até ficarem macios.

Adicione 1 xícara de chá de água para formar caldinho depois de tudo bem cozido retire e sirva com angu.

Para fritar o frango você precisa de uma panela funda, encontre a sua aqui!

 

Rio de Janeiro e “Filé à Oswaldo Aranha”

shutterstock_86240038

Ingredientes

1 xícara de chá de farinha de mandioca

2 colheres de sopa de manteiga

1 cebola pequena picada

2 colheres de sopa de manteiga

8 dentes de alho fatiados

2 bifes de filé mignon (100g cada)

Sal a gosto

Modo de Preparo

 

Ponha a manteiga numa frigideira e aqueça em fogo alto.

Junte a cebola e frite até dourar.

Acrescente a farinha de mandioca aos poucos, mexendo sempre até ficar tostada.

Tempere os filés com sal e grelhe em uma chapa bem quente.

Ponha a manteiga numa frigideira e aqueça em fogo alto. Junte o alho e frite até dourar. Reserve.

Passe os bifes para um prato e regue-os com a manteiga quente e alhos dourado.

Sirva acompanhado da farofa, arroz branco e batata frita.

Sirva essa receita em um aparelho de jantar especial!

 

São Paulo e a “Pizza”

shutterstock_131836166

Ingredientes

1 Kg de farinha de trigo

30 g de fermento biológico

3 xícaras de água morna

3/4 xícara de óleo

1 colher de chá de sal

1 colher de chá de açúcar

1 colher de sopa de pinga (para tornar a massa sequinha)

Modo de preparo

Dissolva o fermento, o sal e o açúcar em um pouco de água morna

Junte um pouco de farinha e o óleo

Misture tudo e acrescente o restante da farinha alternado com a água até desgrudar das mãos

Deixe crescer por 30 minutos

Abra os discos e pincele o molho

Fure a massa com um garfo e leve ao forno por 15 minutos

Pode ser congelada em seguida ou recheada e levada novamente ao forno para assar

Olha que diferente e inovador essa tabua e cortador de pizza, adquira já o seu!

 

Curitiba e o “Pinhão cozido na pressão”

shutterstock_142131772

Ingredientes

1 kg de pinhão

1 litro de água

1/4 xícara de sal

Modo de preparo

1. Lave bem os pinhões em bastante água corrente. Ponha os pinhões com a água e o sal na panela de pressão. Feche a panela e leve ao fogo alto.

2. Assim que a panela começar a apitar (pegar pressão), conte 40 minutos. Depois desse tempo, remova a panela do fogo e deixe esfriar e perder a pressão naturalmente. Dica: após cozinhá-lo, espere esfriar e cozinhe-o por alguns minutos novamente para que o pinhão se abra com mais facilidade!

Adquira sua panela de pressão elétrica e veja a modernidade em sua casa!

 

Porto Alegre e o “Churrasco”

shutterstock_105988247

Esse prato, embora seja consumido em todo o Brasil, é originário do Rio Grande do Sul no século XVII. Nessa época, o carro-chefe do comércio na região gaúcha eram o couro e o sebo, e o que não era vendido era assado em grandes buracos abertos no chão e, então, consumido. Foi dessa forma que o churrasco se popularizou.

Preparar esse prato não é difícil, basta cortar a carne em pedaços grandes, colocar em uma churrasqueira e à medida em que for assando, adicione sal grosso para manter o gosto original da carne. No entanto, existem diversas dicas para preparar um churrasco.

Já escolheu sua churrasqueira? O Bololô te ajuda veja aqui!

Envie um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *