Categoria: Anfitrião da vez

TUDO SOBRE VINHO DO PORTO

O Vinho do Porto tem origem na região do Douro, em Portugal. 

É o mais conhecido dos chamados “vinhos fortificados”, dotados de maior teor alcoólico, resultado da adição de aguardente ao vinho, interrompendo o processo de fermentação, além de ter um processo de vinificação muito rápido, de dois a três dias. Embora existam alguns vinhos do porto secos – difíceis de encontrar -, a maioria é doce, resultado da sobra residual de açúcar que permanece no vinho quando a fermentação é interrompida.



Após este processo de adição de aguardente, o vinho passará por envelhecimento, mantendo contato com a madeira em pipas de características da Região Duriense e, posteriormente, engarrafados. Em alguns exemplares, após o engarrafamento, o vinho passar por um novo período de envelhecimento, mantendo-se reservado enquanto o vinho mantém contato com o oxigênio que sobra na garrafa após fechado.

É possível encontrar uma extensa gama de vinhos do porto, com diferenças de sabor e aroma. Isso porque, conforme o tempo e o tipo de envelhecimento, o vinho do porto apresenta determinadas características, recebendo uma classificação própria. Esse sistema também define o preço do vinho.

Note que sempre o rótulo da garrafa informa o nome específico do tipo do vinho do porto:


Porto White

Branco (White): Produzido exclusivamente com uvas brancas, passando pelo carvalho durante dois ou três anos. Não evolui depois de engarrafado. Normalmente são vinhos jovens e frutados, podendo ser encontrados doces ou secos (dry), mas os secos sempre terão alguma doçura.

 

 

Vinho Ruby

Ruby: O nome é uma referência à cor do vinho, elaborado com uvas tintas, normalmente sem data de colheita, com permanência de dois a três anos em pipas de carvalho. Encorpado e frutado, é um vinho jovem, mantendo suas características originais por muito tempo, com sabor puxado para ameixas e frutas silvestres.

 

 

Vinho Tawny

Tawny: Utiliza as mesmas uvas tintas do Ruby e também passa por pipas de carvalho por um período de dois ou três anos. A diferença é que, posteriormente, segue para barricas de carvalho, ampliando o contato do vinho com a madeira e com o oxigênio. Esse processo acelera a oxidação do vinho, deixando sua cor mais próxima do âmbar, de topázio queimado, e os sabores se aproximam de amêndoas, nozes e outros frutos secos. Assim, se transforma num vinho mais                        elegante e não envelhece na garrafa, assim como os demais Tawnys.

 


Vinho Tinto Tawny ColheitaTawny Colheita: Trata-se de um vinho de uma só colheita, de um ano específico, quase sempre considerada excepcionalmente boa para a produção de Vinho do Porto Tawny. Permanece, no mínimo, por sete anos na madeira, mas alguns exemplares podem permanecer por doze anos ou até mais, conforme definição da vinícola. Apresenta cores claras, um acastanhado puxado para o dourado, e tem sabor rico, elegante, suave, delicado, profundo e complexo.

 


Vinho Tinto Tawny EnvelhecidoTawny Envelhecido: Estão entre os vinhos do porto mais caros do mercado. Podem ou não ter a data da colheita identificada, conforme decisão do produtor. Passam por período de envelhecimento em carvalho por 10, 20, 30 ou 40 anos, ganhando, assim, complexidade. Com o passar dos anos, esses vinhos também se tornam mais licorosos e claros, obtendo características de sabor de mel, madeira, canela e chocolate, entre outras.

 


Vinho do Porto LBVLBV (Late Bottled Vintage): Os vinhos dessa sigla provém de uma única colheita, quase sempre excepcionalmente boa, e mantêm algumas das características mais marcantes dos Ruby: cor vermelha intensa e bastante frutado. De grande qualidade, o LBV conta sempre na garrafa com indicação do ano da colheita e do engarrafamento, tendo passado por madeira num período de quatro a seis anos, conferindo a ele evolução, intensa coloração, taninos e juventude. Pouco                     evolui na garrafa e, por isso, pode ser consumido após a compra.

 


Vinho do Porto VintageVintage: É a preciosidade dos vinhos do porto, obtido de uma única colheita e com qualidade sem igual, por ser produzido com uvas selecionadas. Mantém o envelhecimento na garrafa, de forma lenta, após ter permanecido por dois anos na madeira. Recomenda-se que a guarda seja feita em local sem muita luz, com certo cuidado, para não comprometer a evolução desse tipo de porto. Por ser a guarda de longo período, costuma apresentar depósito no fundo da garrafa. Neste              caso, recomenda-se ser decantado antes de ser servido. De aromas frutados e florais, cor intensa e              taninos marcantes, vai aprofundando a harmonia conforme o envelhecimento, tão complexas são              suas características de olfato e paladar. Menos de 2% da produção de portos são do tipo Vintage.

 


Vinho do Porto Vintage de QuintaVintage de Quinta: É uma variação do Vintage, obtida por uma única colheita da quinta que o produziu. É elaborado somente em anos excepcionais, com dois anos de passagem pelo carvalho, e podendo permanecer por até 10 anos no estoque do produtor. Envelhece na garrafa, mas também está pronto para ser consumido quando comercializado. 

Receba bem seus amigos em casa para a Copa do Mundo

Assistir um jogo de futebol com a família e os amigos é sempre muito divertido! Ainda mais quando todos estão torcendo para o mesmo time, o Brasil.

Estamos a apenas 22 dias para o chute inicial e não podemos perder tempo para convidar a família e amigos a assistirem os jogos na sua casa. E para isso é preciso se preparar, arrumar a decoração, os petiscos, as bebidas e os utensílios que são essenciais.

shutterstock_188493977

Continue lendo

Churrasco brasileiro: cardápio de Domingo

Sabemos que todo brasileiro gosta muito de um bom churrasco com a família e amigos. Existe diversas formas de fazê-lo, mas será que tem uma ideal?

O churrasco se tornou uma das refeições mais gostosas, nada melhor que reunir a família, os amigos e passar a tarde toda beliscando carnes e ouros petiscos assados na brasa.

Pode ser na varanda de casa, à beira da piscina, no salão do condomínio. Fazer um churrasco não é exatamente fácil, mas vale a pena ter esse trabalho.

shutterstock_168372488

Continue lendo

A melhor surpresa dessa Páscoa é que ela vai ser igual a de todos os anos

Não tem jeito, todo ano é a mesma história, mesmo que as histórias sejam todas diferentes.

shutterstock_131650646

Tem alguns que veem a Páscoa como um momento para pensar na vida, outros como um momento para se divertir escondendo os ovos das crianças. Tem aqueles que contam os dias no calendário para tirar um descanso e tem aqueles que contam as horas no relógio para pegar a mala e cair na estrada. Muitos desejam uma refeição mais caprichada, e poucos são os que resistem à tentação de um chocolate.

Porém, ainda que cada um celebre a Páscoa de um jeito, uma coisa é comum: Páscoa se passa ao lado de quem você ama. E quando o assunto é reunir quem realmente importa, o Bololô faz questão de aparecer.

Obrigado por nos dar a oportunidade de passar a Páscoa com quem realmente importa para nós.

 

Feliz Páscoa!

logo_blog

 

 

 

Tudo sobre o chá: seus benefícios, como preparar e servir.

O ritual do chá requer sensibilidade e inspiração. Para aqueles que acham que é uma bebida sem graça, sem gosto e de sabor fraco, o Bololô traz um mundo de novas descobertas e prazer para o seu paladar.

O chá é uma bebida com variedade de sabores e aromas. Alguns são puramente medicinais, outros agradam ao paladar, trazendo uma experiência sensorial incrível.

shutterstock_94400386

Continue lendo

Receita de domingo: Macarrão ao Pesto

A cozinha italiana vai muito além das pizzas e macarronadas, terra de diversos tipos de massas, a Itália coleciona receitas amadas pelo mundo inteiro. A tradição italiana de reunir toda a família em grandes refeições, desperta a vontade de preparar pratos mais elaborados. O Bololô se inspirou na Itália e sua gastronomia e ensina você a fazer o clássico macarrão ao Pesto.

1

Continue lendo

Manual do cozinheiro de primeira viagem

Você tem vontade de se aventurar na cozinha e não sabe por onde começar?  Então o Bololô vai ajudar você a encarar facas e legumes de uma maneira mais fácil e agradável.

Diversos motivos fazem com que surja a necessidade de cozinhar, seja para agradar alguém, receber amigos em casa ou por uma simples questão de sobrevivência.  Cozinhar é uma habilidade muito importante e certamente você vai descobrir que não é tão difícil quanto parece.

Para fazer um prato saboroso não é necessário muito: alguns ingredientes, um pouco de criatividade e vontade de aprender são suficientes. Não vai demorar muito para você deixar de se intimidar com o livro de receitas e possivelmente vai chegar o momento em que passar um tempo na cozinha se tornará prazeroso.

O Bololô deixa dicas fundamentais para você que deseja dar os primeiros passos na cozinha.

shutterstock_115103824

Continue lendo

Top receitas de arroz para a ceia de Natal

Prepare-se para aumentar a lista de preparativos para a ceia natalina! Trouxemos várias receitas de arroz para você inovar no preparo deste acompanhamento que não pode faltar na ceia de Natal e em outras ocasiões especiais.

À grega, ao vinho, ao pesto, com páprica. Receita é o que não falta para você sair do arroz básico de todo dia, afinal, a noite de Natal é diferente de todas as outras do ano.

shutterstock_84991402 Continue lendo

Como organizar a festa de Natal

Decoração, música, comida e presentes são preocupações constantes de quem está organizando uma festa de Natal. Para dar tudo certo na organização desse tradicional encontro é preciso seguir alguns passos. Não se preocupe! O Bololô te ajuda!

shutterstock_158974244

Continue lendo

Algumas travessuras e muitas gostosuras

O Halloween é, com certeza, uma das datas mais divertidas do ano. O evento tem origem pagã e hoje acontece em vários países, inclusive no Brasil.

E para você comemorar a data com bastantes gostosuras, o Bololô traz algumas receitas assustadoramente divertidas. Arrase na sua festa ou se prepare para as travessuras!

shutterstock_112990519

  Continue lendo